14. Introdução ao layout

Ao criar uma apresentação do PowerPoint, você geralmente tem que criar slides como este:

slide com layout complexo de exemplo.

Apenas com o PowerPoint, todas as suas opções implicam em concessões insatisfatórias ou muito trabalho manual. Você pode usar uma tabela inflexível do PowerPoint, criar o slide com caixas de texto e passar por ajustes manuais tediosos depois das alterações de texto ou você pode usar um modelo SmartArt do PowerPoint ou sua própria biblioteca personalizada e logo se deparar com as limitações dos modelos.

Com o think-cell, você pode criar rapidamente slides complexos, como o acima, de caixas de texto simples (consulte Caixas de texto), pentágonos e divisas (consulte Fluxo de processo). Ao adicionar textos e outros elementos, o layout do slide é constantemente reorganizado e otimizado automaticamente. Ações significativas, como juntar, duplicar, alinhar e mover elementos, definem uma grade inteligente para que você nunca precise colocar ou redimensionar formas manualmente.

Para um layout retangular e estruturado das caixas de texto, você pode usar a nossa ferramenta de tabela. O layout automático ajusta as posições e tamanhos, dependendo do conteúdo da tabela, e permite uma criação muito rápida. Além disso, a tabela pode ser editada em uma planilha de dados ou vinculada a um arquivo Excel, da mesma forma que para gráficos (consulte Tabela).

Você também pode incluir elementos que não sejam textos no layout automático, como imagens (consulte Imagens).

Uma agenda geralmente também é criada a partir de caixas de texto cuidadosamente alinhadas, cuja posição e conteúdo devem permanecer sincronizados. O capítulo Pauta mostra como o think-cell pode ajudar.

Diversas ferramentas de produtividade adicionais tornam as tarefas mais eficientes ao trabalhar com apresentações (consulte Ferramentas de apresentação).

14.1 Travar posições por padrão.

O layout automático pode parecer desconhecido no início, particularmente porque a posição e o tamanho das formas no slide é em grande parte determinado pelo think-cell e podem mudar ao inserir novas formas ou editar o conteúdo. É por isso que a opção Ícone de cadeado. Travar posições por padrão é habilitada por padrão.

Esta opção faz com que os elementos do think-cell layout se comportem muito como formas nativas do PowerPoint: Eles têm posição e tamanho fixos no slide, que você pode definir ao clicar (e arrastar) quando a forma é selecionada para inserção. Além do mais, você pode simplesmente arrastar e soltar a forma a uma nova posição no slide, mantendo seu tamanho, e usar as alças nos cantos e lados para arrastá-las a uma nova posição, alterando o tamanho e a posição fixas da forma.

Isso é feito ao travar a posição das quatro bordas da forma, e é por isso que você verá quatro linhas vermelhas com cadeados ao redor da forma, ao selecioná-las. Veja Fixar um elemento na posição para saber mais.

Caixa de texto com todos os cadeados fechados.

Todos os recursos adicionais dos elementos, discutidos nos próximos capítulos, que não estão relacionados ao layout automático do slide funcionam da mesma maneira, independentemente desta opção estar ativada ou não.

Como isso torna os recursos do layout automático mais fáceis de serem acessados, as explicações nos capítulos a seguir assumem que o Ícone de cadeado. Travar posições por padrão foi desabilitado via menu ícone do menu de Ferramentas. Ferramentas .

Compartilhar